Glossário de Termos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Glossário de Termos

Mensagem por Mestre do Jogo em Qua Jun 27, 2012 11:33 pm

Olá, jogadores e jogadoras!

No decorrer do jogo, vocês irão se deparar com termos muito utilizados pelos Vampiros. Se este é o seu primeiro contato com o universo deste jogo, ou mesmo se você já conhece o assunto, mas esqueceu de algumas coisas, elencamos aqui este Glossário para que possa ser consultado sempre que vocês acharem necessário. Assim falaremos todos a "mesma língua". Cool

Os textos abaixo foram retirados diretamente do livro Vampiro A Máscara, e todos os créditos são reservados.

Os Membros têm seu próprio dialeto de palavras especializadas e expressões. Os vampiros têm uma enorme capacidade para eufemismos; o que eles dizem, frequentemente significa outra coisa além da sua interpretação literal, ou algo mais que o seu significado mais comum.

Certas palavras desenvolveram novas conotações entre os Amaldiçoados, enquanto outras são exclusivas dos vampiros e sua sociedade. Extremamente conservadores, os Membros são contra a ideia de se adotar novas maneiras de falar ou gírias, e prestando atenção à escolha de palavras que um vampiro usa em seu discurso pode-se estimar com certa exatidão a sua idade.


Atenciosamente
Grupo Aventuras Diversas


Última edição por Mestre do Jogo em Qua Jun 27, 2012 11:36 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Bem-vindos aos Jogos!!!
avatar
Mestre do Jogo
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 230
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 37
Localização : À procura de jogadores
Emprego/lazer : Mestre de Jogos
Humor : O melhor possível

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário http://vampiro.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Glossário de Termos

Mensagem por Mestre do Jogo em Qua Jun 27, 2012 11:34 pm

LINGUAGEM COLOQUIAL


Essas palavras são comuns entre todos os escalões da Sociedade Cainita.

Abraço, O: O ato de transformar um mortal em um vampiro. O Abraço requer que o vampiro drene todo o sangue da vítima e então substitua aquele sangue por um pouco de seu próprio sangue.

Anarquista: Um Membro rebelde que se opõe à tirania dos anciões. Os anarquistas desejam redistribuir todos os bens e os recursos da cidade igualmente entre os vampiros do local. Naturalmente, os anciões se opõem a isso, já que cultivaram sua influência por séculos.

Ancião: Um vampiro com 300 anos de idade ou mais. São os mais ativos participantes na Jyhad.

Beijo: Sugar o sangue, especialmente de um mortal. O Beijo causa um grande êxtase em quem o recebe.

Besta, A: Os impulsos e instintos internos que ameaçam transformar o vampiro num monstro violento e descontrolado.

Caitiff: Um vampiro de um clã desconhecido, ou de nenhum. Geralmente são de gerações altas, nas quais o sangue de Caim está diluído demais para transmitir qualquer característica consistente.

Camarilla, A: Uma seita de vampiros devotada a manter as Tradições, especialmente a Máscara.

Carniçal: Um servo criado ao dar-se um pouco da vitae do vampiro a um mortal sem que antes lhe seja sugado todo o sangue ( o que o transformaria num vampiro).

Círculo: Pequeno grupo ou "bando" de Membros, unidos pela necessidade de apoio e algumas vezes por interesses em comum.

Clã: Um grupo de vampiros que compartilha as mesmas características transmitidas através do Sangue. Existem treze clãs conhecidos, cada um deles supostamente criado por um dos Membros da Terceira Geração.

Criança da Noite: Um vampiro criado através do Abraço — a criança da noite é a progénie de seu senhor. Esse termo é frequentemente usado como um insulto, indicando inexperiência.

Degenerado: Um vampiro que se alimenta de outro, seja por necessidade ou perversão.

Diablerie: Ato de sugar o sangue de outro vampiro, até o ponto da Morte Final da vítima. Vampiros de gerações altas podem abaixá-las através dessa prática; vampiros especialmente antigos dizem que o sangue mortal não mais os sustenta, e portanto devem consumir apenas o sangue vampírico.

Domínio: Uma área de influência particular de um vampiro. Os príncipes reclamam cidades inteiras como seus domínios, algumas vezes permitindo que vampiros submissos reivindiquem domínios dentro dela.

Elísio: Um lugar onde os vampiros podem reunir-se e conversar sem medo. O Elísio é normalmente estabelecido em teatros, museus e outros locais destinados à cultura.

Filhote: Um vampiro recém-criado , ainda sob a proteção de seu senhor.

Fome, A: O impulso de se alimentar, assim como nas criaturas vivas. No entanto, para os vampiros, a Fome substitui todas as outras motivações com seu poderoso chamado.

Fonte: Um manancial de sangue para manutenção ou prazer, normalmente um humano.

Gehenna: O Armagedom iminente, quando os Antcdiluvianos acordarão de seu torpor e devorarão a raça de vampiros e o mundo.

Génese, A: O momento em que o indivíduo deixa de ser um filhote para se transformar em um vampiro de status. Isso não acontece antes que seu senhor decida que ele está pronto nem antes de receber a aprovação do príncipe.

Geração: O número de "degraus" que separa um vampiro do mítico Caim, isto é, o quão distante do Primeiro Vampiro um determinado cainita se encontra.

Homem, O: O elemento de humanidade que um vampiro preserva; a faísca de mortalidade que o diferencia da Besta.

Inconnu: Uma seita de vampiros que se afastaram dos assuntos dos Membros e especialmente da Jyhad. Boatos dizem que muitos Matusaléns estão entre os Inconnu.

Laço de Sangue: Um poder místico sobre outro indivíduo, engendrado quando a vítima bebe do sangue do mesmo vampiro por três vezes; aceitar o sangue de um vampiro é um reconhecimento de sua dominação.

Jyhad, A: A secreta e auto-destrutiva guerra travada entre as gerações. Os vampiros mais velhos manipulam seus interiores, usando-os como peões em um terrível jogo no qual as regras desafiam a compreensão.

Livro de Nod, O: Uma coletânea esparsa da história e da origem da Sociedade Cainita. O Livro de Nod registra a origem dos Membros, embora jamais tenha sido publicado inteiramente. Fragmentos de documentos e suas transcrições parciais circulam entre determinadas camadas sociais da Sociedade
Vampírica.

Lupino: Um lobisomem, o inimigo mortal da raça vampírica.

Máscara, A: O hábito (ou Tradição) de esconder a existência vampírica da humanidade. Destinada a proteger os Membros da destruição pelas mãos dos homens, a Máscara foi adotada após a Inquisição ter acabado com a não-vida de muitos Membros.

Membro(s): A raça dos vampiros como um todo, ou um vampiro em particular. Segundo boatos, esse termo surgiu durante o século XV ou XVI, após a Grande Revolta Anarquista. Os vampiros pertencentes ao Sabá desprezam este termo.

Príncipe: Um vampiro que requisitou um dado espaço para dominar, geralmente uma cidade, e defende este território. O termo é
neutro, podendo referir-se aos dois sexos.

Refúgio: A casa de um vampiro, onde ele encontra abrigo e proteção contra o sol.

Regiões Ermas, As: As áreas de uma cidade desprovidas de vida, incluindo cemitérios, edifícios abandonados, parques industriais desativados e áreas insalubres da cidade.

Sabá, O: Uma seita de vampiros que rejeita a humanidade, entregando-se às suas monstruosas naturezas. Violentos e bestiais, preferem dominar os mortais a terem que se esconder deles.

Sangue: A herança; aquilo que faz de um vampiro um vampiro.
Citação: Duvido que cia pertença a esse Sangue tão ilustre.

Seita: Um grupo de Membros unidos por uma filosofia em comum. As três maiores seitas circulantes nas noites são a Camarilla, o Inconnu e o Sabá.

Senhor: O "pai" do vampiro; o Membro que o criou.

Viciado: Vampiro que se alimenta de mortais drogados ou bêbados para experimentar as mesmas sensações.

Vida, A: Eufemismo para o sangue mortal. Muitos Membros consideram o termo afetado e pudico.

_________________
Bem-vindos aos Jogos!!!
avatar
Mestre do Jogo
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 230
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 37
Localização : À procura de jogadores
Emprego/lazer : Mestre de Jogos
Humor : O melhor possível

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário http://vampiro.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Glossário de Termos

Mensagem por Mestre do Jogo em Qua Jun 27, 2012 11:36 pm

JARGÃO ARCAICO


Os anciões geralmente usam esses termos e expressões, que existem há muito tempo. Aconselha-se usar essas palavras com cuidado — na companhia de alguns, seu uso pode ser visto como divertidamente antiquado, mas na companhia de anarquistas, por exemplo, pode servir para identificar um ancião, dando uma ideia aproximada de sua geração.

Amarante: O ato de beber sangue de outro Membro. Vide Diablerie.

Ancilliae: O vampiro "adolescente", que não é neófito mas também não é um ancião.

Antediluviano: Um dos Membros mais antigos, pertencente à Terceira Geração.

Arconte: Um vampiro que serve a um Justiçar. Geralmente são nómades por natureza, usados frequentemente para seguir a trilha de Membros que fugiram de uma cidade.

Autarca: Um vampiro que se recusa a fazer parte da sociedade vampírica e não reconhece o domínio de um príncipe.

Burguês: O membro que caça em clubes noturnos, bares e outros locais de reputação duvidosa.

Caçador de Bruxas: Um mortal que caça e destrói vampiros.

Canaille: O rebanho mortal, especialmente os elementos mais insípidos e ignorantes (dos quais os membros se alimentam).

Cainita: Um vampiro pertencente à raça de Caim.

Capacho: Aquele que se alimenta dos indigentes e normalmente não tem seu próprio refúgio.

Cauchemar: Um vampiro que só se alimenta de vítimas adormecidas.

Consanguíneo: Indivíduo da mesma linhagem.
Citação: Aquele vampiro é consanguíneo de Hardestadt, o ancião.

Cria: Termo pejorativo aplicado a um vampiro jovem; geralmente usado apenas como referência à sua própria progénie.

Cuntactor: Um vampiro que evita matar, sugando tão pouco sangue, que sua vítima não possa morrer.

Dominador: O mestre dos carniçais, aquele que os alimenta e que os comanda.

Escravo: Um vampiro que é mantido sob um Laço de Sangue, tendo bebido do sangue de outro vampiro por três vezes.

Gente: Humano, mortal.

Golconda: O estado aspirado por muitos vampiros; no qual encontra-se um equilíbrio entre impulsos e escrúpulos opostos, o verdadeiro controle sobre a Besta. É como o Nirvana para os mortais, fala-se muito mas conhece-se pouco.

Humanitas: O nível de humanidade mantido pelo Membro.

Lacaio: Humanos que servem a um mestre vampiro. Esse termo é quase arcaico e refere-se à época em que os vampiros mantinham vários servos mortais em seus domínios.

Lextalionís: O código da sociedade Cainita e o sistema de punição. Espelha o código de Hamurábi e o princípio bíblico do "olho por olho, dente por dente".

Liberal: Termo usado para classificar um vampiro que tem um interesse obsessivo nas tendências e na moda mortal.

Linhagem: A ascendência do vampiro; o senhor do Membro, i. senhor do senhor etc.

Matusalém: Um vampiro de mil anos ou mais; um ancião que não vive mais entre os Membros. Diz-se que pertencem à Quarta e Quinta gerações.

Neófito: Um jovem Membro, recém-criado.

Osiris: Um vampiro que se cerca de seguidores mortais ou carniçais, um culto para melhor obter alimento. Com a proximidade do fim do milénio, os cultos de Osiris sempre se tornam mais comuns.

Papillon: A zona de meretrício. A área da cidade composta por clubes noturnos, bordéis e cassinos. Principal território de caça da cidade.

Praxis: O direito do príncipe de governar; o conjunto de regras e leis adotadas por um príncipe em particular.

Primigênie: Os líderes de urna determinada cidade; o conselho de anciões, geralmente composto de um membro de cada clã representado naquela cidade.

Progénie: Termo coletivo usado para todos os vampiros criados por um senhor. Cria é um termo menos formal e elogioso.

Rebanho: Um termo pejorativo para os mortais, normalmente usado em oposição a Membro. A expressão "Membros e Rebanho" significa "o mundo inteiro".

Regente: Um Membro que mantém um laço de sangue sobre outro Membro.

Sanguessuga: Um humano que bebe do sangue de um vampiro, mas ainda retém total liberdade.

Sereia: Uma vampira que seduz os mortais para beber de seu sangue, e retira apenas uma pequena quantidade, evitando matá-los.

Suspiro: A especulada manifestação divina vivenciada apenas no estágio final da busca pela Golconda.

Terceiro Mortal: Caim, o primeiro vampiro.

Vitae: Sangue.

Voto de Sangue: Vide Laço de Sangue.

_________________
Bem-vindos aos Jogos!!!
avatar
Mestre do Jogo
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 230
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 37
Localização : À procura de jogadores
Emprego/lazer : Mestre de Jogos
Humor : O melhor possível

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário http://vampiro.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Glossário de Termos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum