Starbucks Coffee

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Lumina Dowsha em Qui Abr 10, 2014 5:14 pm

Claro que é interessante e encantadora a luta enter o Tzimisce e o Toreador, a presença de uma outra vampira na cena deixa isso bem claro. O que me assusta é que ninguém sequer percebeu que uma Senadora estava na cena, melhor assim.

O rapaz que tentou o tiro quase morreu, mas parece que ele era o Bruce Lee disfarçado e conseguiu sair ileso do soco de Loveless, por outro lado a cena do pedaço de pedra caindo na cabeça do Lou foi algo impagável, eu jamais vou parar de rir por conta da careta que fez no momento em que o bloco caiu nele. Por outro lado Remmy estava em maus lençóis, um monstro de dois metros e meio de altura com ira e força suficiente para acabar com meia Vancouver não é algo interessante para se ter em cima. Eu por exemplo prefiro um bando de vitae.

Ali alguns humanos perdidos, o que seria interessante para mim. Afinal de contas agora mais do que nunca tinha motivos de sobra para agir e não ser notada. Vendo a situação e a chance de arrebentar um dos refúgios dos soldadinhos de chumbo do Shaw, eu acabaria usando uma das mais clássicas armas dos LaSombra para conseguir um dano geral.

Poderia ainda lançar os humanos para longe dali, acabar com a graça de tudo e ainda arrebentar os policiais que estavam vindo correndo para ser salva.

“Senadora sofre atentado em Starbuck’s de Vancouver” – Imagina que coisa linda o Shaw vendo isso? Seria o estopim para sua perdição. Ele começaria a perder o poder que ele não tem mais, os seus soldados correriam de vez para um dos lados e provavelmente a maioria tornaria-se parte dominante, tornariam-se Sabba.

Observo os pontos possíveis e então usando a Tenebrosidade conjuro braços do abismo. Tentaria destruir a maior parte das coisas por ali, arrebentar algumas cadeiras, mesas, prender alguns humanos, e quem sabe usaria alguns deles para que saísse dali segura pelos pés e sendo colocada para fora do café antes que pudesse acontecer  o pior.

Em breve estariam todos por ali, e isso acabaria matando a cobra antes do tempo certo.
Detonaria primeiro a mesa na frente do cara que atirou, logo em seguida lançaria um dos Braços em sua direção, detonaria as mesas que todos estavam se escondendo tentando capturar cada um dos ali presente com um tentáculo diferente. Meu alto conhecimento nas disciplinas do clã certamente detonariam tudo por ali. Era questão de tempo até ser encontrada por eles, Remmy estava distraído, seu Auspícios não me encontraria, Lou também acredito que não tenha me visto. Sobra Eileen e o rapaz esquisito e olhando com cara de tonto ao lado dela.

O que falta para mim é só trazer meus brinquedos para a festa... Bem, que comece a recepção de Vancouver...

_________________
Sentido Aguçado / Ambidestra / Ingerir Comida / Voz Encantadora / Fisionomia amigável / Rubor de Saúde / Vontade de Ferro / Líder Nato / Resistência à Magia / Reconhecimento Vampírico /Aura Enganosa
Fama 4 / Aparência 4 / Status 5
avatar
Lumina Dowsha
Lasombra

Feminino Libra Número de Mensagens : 14
Data de nascimento : 12/10/0944
Data de inscrição : 18/03/2014
Idade : 1073
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Senadora / Arcebispa
Humor : *-*

RPG
Geração: Matusalém Matusalém
Clã: Lasombra Lasombra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Mestre do Jogo em Qui Abr 10, 2014 5:14 pm

O membro 'Lumina Dowsha' realizou a seguinte ação: Rolar Dados

'Dados' :

Resultado : 3, 10, 7, 5, 9, 8, 4, 1, 5, 4, 7, 5, 3, 7, 2, 5, 9, 2, 4, 6, 9, 7, 9, 1, 7, 4

_________________
Bem-vindos aos Jogos!!!
avatar
Mestre do Jogo
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 230
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 37
Localização : À procura de jogadores
Emprego/lazer : Mestre de Jogos
Humor : O melhor possível

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário http://vampiro.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Vancouver em Qui Abr 10, 2014 5:23 pm

Fatos:
Lumina rolou Braços do Abismo.
Dificuldade:7
Conseguindo:31075984, 1547537259246979, 1, 74
11 Sucessos - 2 Falhas = 9 Braços de 2 metros cada.
Cada Braço tem Força e Destreza = 5
Sendo assim.
Aqui colocamos as seguintes ações.
As mesas foram jogadas para o lado, algumas delas quebradas, os tentáculos estão loucos para pegarem quem estiver por perto, e contando o número de pessoas, temos um tentáculo para cada um com folga.
Remmy, Lou, Gaspar, Santino, Lumina, Eileen.
Remmy e Lou não serão afetados ao menos por enquanto.
Temos Gaspar, Santino, Lumina e Eileen que podem ser atacados, segurados, empurrados, arrastados...
Portanto, façam suas ações.
Até mais, e boa sorte a todos.

avatar
Vancouver
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 215
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 26/10/2012
Idade : 37
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Juiz
Humor : De acordo com os dados

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Santino Soprano nº 5

Mensagem por Santino Soprano em Sex Abr 11, 2014 10:44 pm

"Chuveirinhos... sistema de segurança... em algum local está a "fita", eu vou leva-la para o Dom", penso.

Quando Santino era garoto, gostava de tacar fogo em bancas de jornal. Teve uma vez, que colocou fogo numa cafeteria não muito diferente desta. Com o tempo evoluiu para assaltos vespertinos a residência, as portas eram deixadas destrancadas por faxineiras e faz-tudos vendidos. Era pago um tributo ao caporegime local e ficava tudo certo. Aventuras, roubos, trocas de tiro, femme fatales rodaram a sua vida, menos um demônio alado.

“Há alguns anos matei um homem num cassino clandestino em New York, eu peguei um fio de uma luminária de mesa e o passei em volta do pescoço do sujeito, seu nome era Pablo. Pablo era um cara grande, forte, carregou-me pela sala por cerca de um minuto enquanto todas as putas corriam para se proteger e os demais capangas apontavam suas armas para ele. Paramos diante do espelho e pude ver a compreensão surgir nos olhos de minha vítima, que caso conseguisse fazer-me parar de esganá-lo, os capangas iriam esvaziar suas armas nele.Pablo caiu de joelhos e se cagou, ficou deitado de bruços,  ofegava, meus joelhos estavam em suas costas, fui enrolando o excesso de fio em minhas mãos, torci o fio e puxei mais ainda. A vítima chutava o chão, o ar e seus sapatos saíram dos pés. Assim morreu Pablo Ornela, um maldito traficante latino-americano. Aonde quero chegar com essa história, que um humano normal jamais tiraria uma “besta” daquele tamanho de cima se não houvesse “algo”, não sei definir esse “algo’, mas acredito que vai muito além do que um golpe na seguradora do Starbucks”, penso comigo.

Mesas viradas com mulher gritando e cara com expressão de "dois de paus", cacos de vidro no chão, água na cabeça e uma femme fatal ( Eileen) entra no estabelecimento, aparenta esta excitada pelo combate, mulheres como essa acabam com a vida de um sujeito, é do tipo que Santino se sente atraído. Nosso mafioso não sabe o que a motivou a entrar naquele local, ele já conseguia se visualizar deitado na cama com ela enquanto grossos e úmidos flocos de neve, do rigoroso inverno de vancouver, se chocavam contra a vidraça de seu apartamento como mariposas, mas uma sacanagem do destino ocorreu e a "pequena" foi para de baixo da mesa errada. Ficar junto com o "dois de paus" era tirar sarro do "garanhão italiano".

A última janela do starbucks acaba de se quebrar, um vento gelado entra no local, rajadas escuras começam a se reunir em cinco pontos, elas por ganham a forma que se assemelha a "tentáculos de sombras", não há dúvidas, que o capeta veio para o "gran final". Os "tentáculos"simples varrem as mesas, transformando o caos em desgraça. "Uma coisa ruim nunca acontece sozinha, sempre vem acompanhada de coisa pior. Bastava entregar uma mensagem para o francês", pensamento.

Movido pelo sentimento de sobrevivência, Santino busca se jogar para uma parte interna da cafeteria, saindo do salão, deixando para trás aquele ambiente de "fim do mundo", no local ela se lembra: " a fita... eu preciso dela...para provar o que realmente ocorreu aqui para o Dom".

Ele vasculha o local atrás da fita de segurança a encontrando fugirá pelos fundos do estabelecimento, pois com o sistema de segurança ativado os bombeiros logo chegarão.

_________________
concentração, ambidestro

avatar
Santino Soprano
Humano

Masculino Capricórnio Galo
Número de Mensagens : 73
Data de nascimento : 07/01/1982
Data de inscrição : 16/11/2012
Idade : 35
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Mafioso
Humor : Cínico

RPG
Geração: Humano Humano
Clã: Humanos Humanos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Lou Loveless em Dom Abr 13, 2014 1:01 pm

Um trágico incidente provido em deveras embaraçosa situação o faz corar por de baixo das finas escamas ônix do rosto. Em meio aos insultos de Remmy que atua tão bem quanto muitos outros artistas antigos e novos – se não melhor – Loveless em seu auspício ativo sente o novo cheiro no ar, cheiro de morte. O Sabá parece estar começando a se agrupar instintivamente. Interessante, mas não proveitoso, Remmy tem que sair daqui bem "vivo" para que o plano flua da forma necessária. Por mais que doa, agora ele terá que aceitar um golpe definitivo.
 
Todavia, nada é perfeito... Os Braços do Abismo dos Lasombra invadem o lugar. Caótica e alucinada excitação na mente de qualquer membro real do Sabbath poderia ser visualizada, exceto no rosto do que deveria ser mais provável, a face do próprio Loveless. Que agora envolto em plena fúria por estarem intervindo em seu plano, investe contra Remmy, aproveitando do seu real sentimento para deixar tudo extremamente convincente. Isso poderia assustá-lo, talvez, fazê-lo imaginar que caíra numa armadilha, então a velocidade é uma necessidade. Agarrando o braço de Remmy, Lou o gira em sentido anti-horário e arremesse o Toreador para contra a janela, destruindo tudo o que restou de madeira e vidro ali com o corpo do agente duplo. Ao caí para fora do estabelecimento, raciocinando por alguns instantes, ele logo perceberia o bem necessário de tal ação: agora pode fugir.
 
O Tzimisce se volta então para a vampira de antes, buscando analisar se era ela a evocadora. Enquanto isso, seus Auspícios são levados ao segundo nível, para que ele possa discernir melhor a situação... Mas talvez não seja necessário. Entre todos os “humanos” só existem um que manteve um maldito sorriso no rosto. Além do mais, por que o Lasombra, se fosse a tal vampira, iria atacar a si mesmo?... Não faz sentido considerando a mentalidade tipicamente sádica e imprudente do Sabá. Talvez um masoquismo atípico, porém improvável. Mesmo em tal situação, seu sorriso partido é exposto novamente agora com as escamas em um estado de regressão. Um banquete parece estar próximo de ser servido.
 
-São muitos para um qualquer. – diz em bom tom, com suas cordas vocais ainda deveras alterada. Ele permanece olhando de um lado para o outro, buscando a confirmação de sua dedução através do dito Auspício. Olha então fixamente ao fim para a vampira, após aquela devastadora entrada dos tentáculos negros.
 
-És uma irmã de sangue. – fala de forma a parecer certo de sua afirmação, indicando a posição da mulher como um membro efetivo do Sabá – Meus cumprimentos! Meu nome é Lou Loveless. – a critério dela discernir seu sexo, considerando seu nome a não deixar explícito – Estou em nome do Clã Tzimisce como já é notório e lhe dou as boas vinda ao sacral campo de batalha: Vancouver! – por mais que ela já tenha chegado há mais tempo que Love', refire-se nessa frase algo de alta relevância, a pretensão em tornar Vancouver em um real campo de guerra, o que torna as “boas vindas” para a guerra, e não para a cidade em si – O gado aqui parece bem servido. – observa os humanos ao redor – Podemos nos divertir enquanto conversamos... Todos nós. – ao fim demonstra insatisfação com a dificuldade em encontrar o possível terceiro membro do Sabá no local enquanto seu rosto humano por fim conclui sua manifestação pode detrás das escamas negras.

_________________


Aparência: 10 (presença divina), Voz Encantadora (-2 em testes usando a voz)
avatar
Lou Loveless
Tzimisce

Masculino Leão Número de Mensagens : 25
Data de nascimento : 19/08/1528
Data de inscrição : 10/03/2014
Idade : 489
Localização : Caminhando.
Emprego/lazer : Minha própria diversão.
Humor : Sorridente.

RPG
Geração: Ancião Ancião
Clã: Tzimisce Tzimisce

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Eileen Rostova em Dom Abr 13, 2014 8:11 pm

O cheiro do humano ao meu lado mais a agitação do ambiente, tudo contribuía para que meu pequeno autocontrole não fosse suficiente para impedir minha besta de se manifestar. Tive que usar todos os pontos de apoio que pude, incluindo um pouco de masoquismo. Enquanto observava a cena e meu olfato era invadido por aquela maravilhosa fragrância de vitae, fechei um dos pulsos e cravei minhas unhas nada pequenas naquela excitação que tomava conta de mim, ferindo-me de forma a me fazer me concentrar em manter minha posição e não deixar minha besta sair em um passeio de saciedade.




Assim que senti a dor e meu precioso sangue pingando no chão ao meu lado, fechei os olhos, desfrutando daquele ínfimo instante e creio que um sorriso percorreu novamente meu rosto. Não havia nada mais gostoso, aliás, havia sim, provocar a dor em outro... Sim, eu gosto dessa faceta, gosto de provocar dor em alguém, gosto de ver sua expressão, o brilho em seu olhar, assim como gosto de deixar minha besta sair e mostrar sua magnificência aos olhos tantos imortais quanto mortais.



Tzimisces possuem habilidades que outros vampiros dariam a vida para conseguir, tanto que quase fomos extintos, mas aprendemos a lição, se não todos, pelo menos essa aqui aprendeu sua lição muito bem. E na presença de outros imortais que não são tão bem identificáveis, o melhor é manter a besta acalmada e pensar estrategicamente e não apenas deixar-se levar pelo momento.



Mas, ao que me pareceu, manter bestas acalmadas não era bem a vontade dos demais imortais presentes no café. O que poderia ser visto pelos mortais, no início como uma repentina rebeldia do vento, logo ficou clara para mim.




"Braços do abismo", falei comigo mesmo, enquanto via os tentáculos invadirem o local e começarem a trazer o "pânico". 




Nesse cenário, a besta tzimisce que estava antes lutando com o outro, após lançá-lo fora do caminho, começou a se apresentar, não que fosse para mim, mas tomei a liberdade de guardar o nome da vampira, afinal, aquela forma bestial não era para qualquer uma, e ter um contato assim, ajuda bastante a alavancar uma posição dentro do clã.



Enquanto ela falava, as mesas estavam sendo reviradas, em um esquema inverso de dominó, e quando chegou até a que eu estava ao lado do saco de sangue, uso da esquiva, saindo do alcance de um dos tentáculos, tentando não deixar, apesar de dolorido, a máscara cair na frente de um possível alimento antes da hora.


Última edição por Eileen Rostova em Dom Abr 13, 2014 8:12 pm, editado 1 vez(es) (Razão : faltou uma palavra no texto e editei para inseri-la)

_________________
avatar
Eileen Rostova

Feminino Capricórnio Número de Mensagens : 117
Data de nascimento : 01/01/1714
Data de inscrição : 26/12/2012
Idade : 303
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Sugar vidas
Humor : Feliz/sarcástico

RPG
Geração: Ancillae Ancillae
Clã: Tzimisce Tzimisce

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Vancouver em Seg Abr 14, 2014 10:08 am

Vamos ao que interessa:
Eileen = 8 dados: Dificuldade 6
Lou e Remmy - Dificuldade interpretativa (Estão livres de rolagem)
Santino: Primeiro Dado: JOGAR-SE - considerarei como esquiva:
5 dados = dificuldade 6
Segunda Rolagem: Procurar a fita de segurança: 3 dados - 2 dados (Múltiplas ações) = 1 dado - Para encontrar a fita dificuldade 8.

Vale lembrar que não há rolagem Força de Vontade.

Gaspar Motierre: Considerarei uma esquiva, visto que respeitou o combinado:
5 dados = Dificuldade 6

Rolagem Administrativa nesse post: Número de policias x 3

PÓS ROLAGEM: 15 policiais


Última edição por Vancouver em Seg Abr 14, 2014 10:09 am, editado 1 vez(es)
avatar
Vancouver
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 215
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 26/10/2012
Idade : 37
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Juiz
Humor : De acordo com os dados

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Mestre do Jogo em Seg Abr 14, 2014 10:08 am

O membro 'Vancouver' realizou a seguinte ação: Rolar Dados

'Dados' :

Resultado : 5
avatar
Mestre do Jogo
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 230
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 37
Localização : À procura de jogadores
Emprego/lazer : Mestre de Jogos
Humor : O melhor possível

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário http://vampiro.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Eileen Rostova em Seg Abr 14, 2014 12:23 pm

O Mestre mandou rolar 8 dados!

_________________
avatar
Eileen Rostova

Feminino Capricórnio Número de Mensagens : 117
Data de nascimento : 01/01/1714
Data de inscrição : 26/12/2012
Idade : 303
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Sugar vidas
Humor : Feliz/sarcástico

RPG
Geração: Ancillae Ancillae
Clã: Tzimisce Tzimisce

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Mestre do Jogo em Seg Abr 14, 2014 12:23 pm

O membro 'Eileen Rostova' realizou a seguinte ação: Rolar Dados

'Dados' :

Resultado : 5, 6, 10, 7, 9, 8, 7, 2

_________________
Bem-vindos aos Jogos!!!
avatar
Mestre do Jogo
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 230
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 37
Localização : À procura de jogadores
Emprego/lazer : Mestre de Jogos
Humor : O melhor possível

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário http://vampiro.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Santino Soprano em Seg Abr 14, 2014 9:33 pm

rolar 5 dados

_________________
concentração, ambidestro

avatar
Santino Soprano
Humano

Masculino Capricórnio Galo
Número de Mensagens : 73
Data de nascimento : 07/01/1982
Data de inscrição : 16/11/2012
Idade : 35
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Mafioso
Humor : Cínico

RPG
Geração: Humano Humano
Clã: Humanos Humanos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Mestre do Jogo em Seg Abr 14, 2014 9:33 pm

O membro 'Santino Soprano' realizou a seguinte ação: Rolar Dados

'Dados' :

Resultado : 9, 5, 3, 1, 8

_________________
Bem-vindos aos Jogos!!!
avatar
Mestre do Jogo
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 230
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 37
Localização : À procura de jogadores
Emprego/lazer : Mestre de Jogos
Humor : O melhor possível

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário http://vampiro.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Santino Soprano em Seg Abr 14, 2014 9:35 pm

por favor dado, por favor

_________________
concentração, ambidestro

avatar
Santino Soprano
Humano

Masculino Capricórnio Galo
Número de Mensagens : 73
Data de nascimento : 07/01/1982
Data de inscrição : 16/11/2012
Idade : 35
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Mafioso
Humor : Cínico

RPG
Geração: Humano Humano
Clã: Humanos Humanos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Mestre do Jogo em Seg Abr 14, 2014 9:35 pm

O membro 'Santino Soprano' realizou a seguinte ação: Rolar Dados

'Dados' :

Resultado : 5

_________________
Bem-vindos aos Jogos!!!
avatar
Mestre do Jogo
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 230
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 37
Localização : À procura de jogadores
Emprego/lazer : Mestre de Jogos
Humor : O melhor possível

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário http://vampiro.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Gaspar Motierre em Ter Abr 15, 2014 12:55 am

Veremos... HAHAHAHA.

_________________
Gaspar - Estamos sempre tentando conquistar adeptos para nossas explicações do universo. Achamos que a quantidade de pessoas que acredita na mesma coisa em que acreditamos é que irá transformar está coisa em realidade. E não é nada disso.

SammaelO homem fraco teme a morte, o desgraçado a chama; o valente a procura. Só o sensato a espera.


avatar
Gaspar Motierre

Masculino Peixes Búfalo
Número de Mensagens : 20
Data de nascimento : 01/03/1985
Data de inscrição : 09/01/2013
Idade : 32
Localização : Você não precisa saber !
Emprego/lazer : pesquisador/ Ocultista
Humor : Obscuro

RPG
Geração: Humano Humano
Clã: Humanos Humanos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Mestre do Jogo em Ter Abr 15, 2014 12:55 am

O membro 'Gaspar Motierre' realizou a seguinte ação: Rolar Dados

'Dados' :

Resultado : 7, 5, 4, 10, 8

_________________
Bem-vindos aos Jogos!!!
avatar
Mestre do Jogo
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 230
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 37
Localização : À procura de jogadores
Emprego/lazer : Mestre de Jogos
Humor : O melhor possível

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário http://vampiro.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Vancouver em Ter Abr 15, 2014 4:28 pm

R
L
G
S
E
STARBUCKS
avatar
Vancouver
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 215
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 26/10/2012
Idade : 37
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Juiz
Humor : De acordo com os dados

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Mestre do Jogo em Ter Abr 15, 2014 4:28 pm

O membro 'Vancouver' realizou a seguinte ação: Rolar Dados

#1 'Dados' :

#1 Resultado : 6

--------------------------------

#2 'Dados' :

#2 Resultado : 10

--------------------------------

#3 'Dados' :

#3 Resultado : 6

--------------------------------

#4 'Dados' :

#4 Resultado : 9

--------------------------------

#5 'Dados' :

#5 Resultado : 9

--------------------------------

#6 'Dados' :

#6 Resultado : 10
avatar
Mestre do Jogo
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 230
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 37
Localização : À procura de jogadores
Emprego/lazer : Mestre de Jogos
Humor : O melhor possível

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário http://vampiro.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Vancouver em Qua Abr 16, 2014 11:54 am

Ah, como é linda a trama quando os personagens tentam de tudo para ficar bem. E como é belo o encerrar de uma história, mesmo quando essa ainda tem muito para contar.

Parecia tudo certo para a jogada de Remmy e Lou Loveless. Os dois estavam fazendo daquele teatro a melhor coisa possível. Remmy saiu voando da Starbucks após ser praticamente atropelado por Lou Lovelesse e a presença de Eilleen e Lumina deixariam as coisas ainda mais certas. Lou Loveless de fato não conseguia achar a outra vampira a não ser Eilleen. Enquanto tudo isso acontecia, os tentáculos buscavam qualquer coisa para agarrar e terminar o serviço, detonando tudo ali naquele ambiente.

Os vampiros se divertiam com o que acontecia por ali, por outro lado, os humanos tinham que tentar se proteger de ataques que nem sabiam de onde vinham. Era a apresentação do demônio em um ambiente como aquele.

Lou Loveless caminha tranquilamente sabendo que não representaria risco a qualquer vampiro. Como se soubesse onde estava pisando e de fato sabia. Loveless se dirige para Eilleen que acaba mostrando-se aceitável como parceira e mostrando que era apenas mais uma sabá ali. Exatamente nessa hora mais um tentáculo passa pelos dois acertando um dos pilares e fazendo a estrutura tremer.

Gaspar também conseguiu esquivar-se do primeiro ataque fazendo um movimento onde pulava para o lado tentando sair do braço negro que surgia das sombras, porém para seu desespero, um outro braço conseguiu acertá-lo lançando-o para o alto, ainda no alto um terceiro braço lançou o rapaz de volta para o chão em uma força suficiente para fazer seu corpo sentir um forte impacto. Gaspar perde o ar por alguns instantes, abre os olhos e percebe vários cortes em seu corpo, sua perna direita tem uma fratura exposta, em uma tosse ele cospe sangue. Seria esse o fim? Ou não?

Quando a confusão começou, Santino logo jogou-se para o lado indo para outra sala e tentando achar algum segredo da cafeteria, uma fita de segurança mais firmemente dizendo. Os seus movimentos foram suficientes para conseguir sair de um dos tentáculos que iam ao seu alcance, porém não conseguiu nada na sala ao lado, apenas apreciar a queda de um lugar muito bem frequentado e protegido até então por um Toreador de alto nível.

Eilleen havia entrado ali buscando algo, ou alguma coisa, talvez só se alimentar, porém como esperaria que uma reunião sabá estaria acontecendo por ali? E o pior de tudo era que ela também acabaria quase acertada por um dos braços de Lumina que até então ela nem sabia quem era. O fato é que Eilleen só acabou bem por ser uma vampira poderosa o suficiente...

Os tentáculos continuavam acertando as estruturas da Starbucks jogando pedaços de pedra para todos os lados, lançam também mais uma vez o jovem Gaspar que cai, por sorte ou não, nos braços do Tzimisce ancião. Loveless faria o que bem entendesse com o rapaz. Já Santino acabou sendo jogado pela janela quebrada dando a sorte de só sofrer arranhões com a queda do café.
Aos poucos o barulho do desmoronamento estava mais alto, as vigas de madeira rangiam, as pedras caiam uma após as outras, a parede frontal cai sobre a rua. 
A rua da frente acaba vendo a velha Starbucks desmoronando, cada pedaço que parecia firme agora eram somente escombros e tijolos. As mesas foram prensadas pelos montes de pedra, alguns ali sofreram ainda com os restos que apareciam por todos os cantos.
Lumina saiu, como pensado, colocada para fora pelos seus tentáculos. Assim que chegou do lado de fora olha para Lou Loveless e Eileen dizendo:

- Sabá reunido finalmente? Boa noite, senhores. Pelo jeito teremos um banquete...

Chegam três viaturas policiais, duas motos. Quinze homens aparecem. Três vão até Remmy. Vendo o caos instaurado, alguns armam-se mirando Lou Loveless que está em uma forma demoníaca para eles. Eilleen mais parece uma jovem humana, Lumina é logo escoltada por mais sete homens. Dessa forma Santino era marcado por um policial, já que o mafioso era conhecido pela polícia por seus últimos passos e por estar envolvido em uma briga onde dois grandões e ele quase mataram um rapaz. Dessa forma com o Starbucks em pó, Lumina era escoltada por sete policiais, Remmy era atendido por dois,Gaspar, que estava perto de Lou, tinha sua perna quebrada cortes e sangramentos se levado para o hospital recuperando-se em mais ou menos dois dias de tratamento, fora o gesso na perna. Remmy machucado, ferido, com cortes na cintura, perna, rosto machucado, costas cortadas e feridas, o ancião toreador estava bem ferido graças ao envolvimento sem reação na luta contra Lou. Mais alguns vão até Eilleen escoltando a mulher para fora dali. Seria talvez uma grande chacina, ou então a amostra do poder policial. 

Lou enfrentaria ao menos dois policiais. Santino mais um. Remmy havia sido encaminhado para o hospital com mais três policiais, sete protegiam Lumina, os últimos dois estavam ao lado de Eilleen.

Vendo a possibilidade de algo mais pesado, Lumina usa seus tentáculos protegendo os dois ali, Lou e Gaspar. O que fariam? Isso só dependeria deles. Os policias somente observavam o monte de tentáculos negros a frente dos dois de forma que tiros não iriam passar por ali tão facilmente. A questão era, por quanto tempo estariam bem?

"EXPLICAÇÃO DOS DADOS"


6, 10, 6, 9, 9, 10

R- L- G- S- E- S

Remmy - 6 (Ferido Gravemente por conta dos ferimentos com a luta contra Lou e os tentáculos de Lumina)
Loveless - 10 (Sai sem levar danos, e acaba "colocado" para fora do Starbucks)
Gaspar - 6 (Ferido Gravemente por conta dos ferimentos da queda do Starbucks e dos Tentáculos de Lumina)
Santino - 9 (Machucado por conta da queda da Starbucks)
Eileen - 9 (Machucada por conta da queda da Starbucks)
Starbucks - 10 -- Ao contrário de todos aqui quanto menor valor, menor o dano. No caso a cafeteria foi reduzida a pó...

Policiais armados = Força 1 Vigor 1 Destreza 2 Armas de Fogo 2 Armas Brancas 2 Briga 1 Esquiva 1 Prontidão 1 Manipulação 3 Intimidação 3
avatar
Vancouver
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 215
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 26/10/2012
Idade : 37
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Juiz
Humor : De acordo com os dados

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Vancouver em Qua Abr 16, 2014 3:03 pm

EXPERIÊNCIAS: (PONTOS BONUS GANHOS)
Eilleen - 1 ponto - Ainda está em cena, porém os policias estão escoltando-a

Lumina - 1 ponto - Ainda em cena, escoltada

Lou Loveless - 2 pontos - Ainda em cena, armas apontadas para ele. Policiais atentos.

Gaspar Motierre - 1 ponto - No chão, ao lado de Loveless.

Santino Soprano - 2 pontos - Perto de Loveless, armas apontadas para ele. Policiais atentos.

Remmy leBeau - 2 pontos - Agora no hospital.

Podem guardar, anotar, usar. 
Vocês decidem como  usar os PB ganho.
Até mais e boa sorte a todos.
avatar
Vancouver
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 215
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 26/10/2012
Idade : 37
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Juiz
Humor : De acordo com os dados

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Santino Post nº 6

Mensagem por Santino Soprano em Seg Abr 21, 2014 10:40 pm




O Gangster sai de dentro da nuvem de poeira e detrito. Enfim, tudo que restou da maldita cafeteria fancesa. A sua espera estão os "bons homens da lei" ou "filhos da puta comedores de rosquinhas", ele caminha até o carro, com cara de poucos amigos. Existe uma palavra que define homens como ele, ela é "durão".

Alguns policiais vem na direção daqueles que saem dos escombros, as duas mulheres são cercadas, o francês esta sendo levado em uma maca hospitalar, o "dois de paus" encontra-se jogado no chão e apenas dois policiais tem coragem de chegar perto do "capeta".   

Atrás de Santino, alguém chamou: - Ei!-

Soprano manteve os olhos a frente. Caso ele fosse outro agora estaria com tremor na mão, que se transformaria em espasmo, devido ao estresse muscular pelo excesso de provação ao qual seu corpo foi alvo ao ter sido arremessado pela janela do starbucks, mas ele não é qualquer um.

novamente ele escuta:  -Ei, você! Ei!-

O mafioso se vira, já visualiza o policial à sua espera, com o revólver de serviço em punho, provavelmente jovem, provavelmente nervoso... "ele sabe... quem sou e para quem eu trabalho", pensamento. Soprano lança um olhar intimidador.

Um bêbado extremamente sujo,  estava sentado no chão junto a uma lata de lixo, parecia feito apenas de olhos vermelhos, bochechas também vermelhas, que balbuciou: - está olhando o quê, porra!- .

Santino  sorri, - Para você, velho!-

O mendicante num tom menos agressivo diz: - quem é você?-

Santino diz: - Eu sou o progresso!-, após, joga cinco notas de vinte dólares canadenses no chão, o mendigo se lança na direção das notas, atrapalhando um possível perseguidor.

Santino diz: - Ninguém para o progresso!-

O mafioso entra no carro, Cadillac modelo Escalade, preto com rodas prateadas e vidro fume , do ano corrente,  senta-se no banco do carona, o velho Lu já o esperava com o motor do carro ligado.

Como havia sido requisitado por mim anteriormente,  
- Lu, hoje você dirige, vamos ao Starbucks, falar com Remmy LaBeau -... - Qualquer barulho de tiro ou movimentação estranha liga para o Don.-

Lu já havia ligado para o"cin cin" e o Don já havia sido informado sobre os eventos que se sucederam no starbucks, as ordens foram para que eu ficasse longe do restaurante até segunda ordem.

"Acredito que o Don vai resolver o mal-entendido com a polícia...Mas que merda é o Sabá?", pensamento.  O carro parte.

_________________
concentração, ambidestro

avatar
Santino Soprano
Humano

Masculino Capricórnio Galo
Número de Mensagens : 73
Data de nascimento : 07/01/1982
Data de inscrição : 16/11/2012
Idade : 35
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Mafioso
Humor : Cínico

RPG
Geração: Humano Humano
Clã: Humanos Humanos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Vancouver em Ter Abr 22, 2014 8:24 am

- Ações combinadas com Santino - (Sim, ele é procurado a partir de agora, o carro também)

- Marquem a placa desse disgraçado! - Diz o policial que o marcava.
- Sai daqui seu verme - diz empurrando o mendigo tentando passar para chegar ao seu alvo.
- VAMOS, vamos... não podemos perder o infeliz.

Rolagem administrativa - 1 dado - acima de 6 policial perseguirá.

Lou Loveless - 

- O senhor tem o direito de permanecer calado. Tudo que disser pode e será usado contra o senhor, o senhor tem direito a uma ligação e a um advogado. Se não puder pagar o estado lhe oferecerá um. - Disse o primeiro policial

-Tire a fantasia e coloque as mãos na cabeça. E pare com esse truque barato de minhocas negras aparecendo aí. - diz um outro policial.

----------
Lumina observa o que acontece e tem vontade de matar a todos por ali, e sem Santino por perto ficaria ainda mais fácil agir, o problema era o outro mortal, mas nada que não pudesse ser resolvido.

A Matusalém olha para Lou, olha para Eileen e dá um sinal. Era hora de matar TODOS ali.

Loveless, sinta-se à vontade.
Eilleen, sinta-se à vontade.

Bom jogo a todos.
avatar
Vancouver
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 215
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 26/10/2012
Idade : 37
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Juiz
Humor : De acordo com os dados

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Mestre do Jogo em Ter Abr 22, 2014 8:24 am

O membro 'Vancouver' realizou a seguinte ação: Rolar Dados

'Dados' :

Resultado : 7
avatar
Mestre do Jogo
Administrador

Masculino Câncer Macaco
Número de Mensagens : 230
Data de nascimento : 28/06/1980
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 37
Localização : À procura de jogadores
Emprego/lazer : Mestre de Jogos
Humor : O melhor possível

RPG
Geração: Antediluviano Antediluviano
Clã: Administradores Administradores

Ver perfil do usuário http://vampiro.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Eileen Rostova em Qua Abr 23, 2014 10:50 pm




O que fazer quando a oportunidade encontra o desejo? Bem, eu não costumo desperdiçar nem quando não tem oportunidade, imagina agora? Mas primeiro, vejamos os motivos que me levaram à saciar meus desejos mais superficiais. Tudo o que eu pensei naquela noite era que poderia sair para me divertir um pouco com algum saco de sangue, pegar alguns e sair destroçando pela cidade. Com classe, claro.

Então, depois de muito pensar, pensei em fugir dos lugares mais movimentados, afinal, preciso preservar minha imagem. Não dá pra ficar dando pinta nos lugares mais agitados com tanta frequência. Assim, cheguei ao Starbucks, um café tranquilo, em que a maior parte dos fregueses deve no mínimo procurar um capuccino e um sinal wi-fi grátis para ficar navegando e cuidando da vida dos outros pelas redes sociais.

Mas quem iria imaginar que eu fosse chegar em um lugar onde dois imortais se pegavam (em todos os sentidos)? Um tzimisce que parecia bastante poderoso, pelo menos aquela forma monstruosamente glamourosa só poderia ser de alguém com algum poder além das skills básicas. Quanto ao outro imortal, bem, não sei ao certo quem poderia ser. Poderia ter utilizado minha habilidade para descobrir, mas precisaria ficar concentrada aos eventos ao meu redor, e claro, dar pinta de "saco de sangue"... Assim, enfiei-me embaixo de uma mesa assim que a água começou a sair do sistema anti-incêndio. Tive que me controlar para não fazer uma boquinha enquanto estava ali, o que me deu oportunidade para me desviar de braços do abismo que surgiram de repente por todo o lugar...

Resultado: Um café reduzido a pó. Grande coisa, se não fosse pelos arranhões em minha pele. Aquilo era o fim da picada.

Enquanto o lugar era demolido, a besta se apresentou a mim, acho que era a mim, afinal, tzimisces são gentlemen e ladies. Ela obviamente me dava as boas vindas pela irmandade, à qual respondi com um sorriso malicioso nos lábios, enquanto me preparava para sair daquele lugar em ruínas.

Mas então, do lado de fora a coisa parecia complicar, ou seria complicada para pessoas normais. Claro, nós não somos normais, e enquanto alguns policiais se aproximavam de mim e eu fazia meu melhor papel de jovenzinha aterrorizada com a situação.

_ OMG! Como... isso foi... acontecer? Foi tudo tão rápido... - minha voz falhava no momento que precisava, e acho até que poderia ter lágrimas nos olhos, se eu pudesse chorar ostentá-las no rosto, claro.

Enquanto dava meu showzinho para os policiais que me cercavam tentando averiguar e tirar uma casquinha da bela jovem que sou, escutei uma mulher se referir à reunião do sabá. Sorri rapidamente com aquela perspectiva e comecei a avaliar a situação. Um dos humanos acabou fugindo, deixando os policiais com cara de babacas, algo não muito incomum por ali.

Um rápido olhar e pude contar os policiais que estavam ao nosso redor. Alguns populares que olhavam, mas nada que não pudesse servir de sobremesa. Assim que a mulher de traços orientais olhou para mim, soube o que fazer e com Lou, a Tzimisce que havia se apresentando para mim, libertada em sua besta, não pude resistir.

A transformação de um tzimisce em sua verdadeira forma não é algo que acontece de forma rápida. Inúmeros anos podem ser usados no aprimoramento da forma bestial de um membro do clã. O domínio sobre a disciplina também é muito importante, mas é preciso mais que isso. Devemos ter uma sensibilidade, um espírito artista, sempre em busca da melhor expressão de nossos sentimentos mais recônditos.

Minha forma bestial não é igual à de Lou, uma criatura de quase dois metros de altura, ou mais, com músculos e mais músculos... Não, assim como minha forma "humana" é delicada, minha transformação também mantém certa sutileza, mas isso não significa que não seja tão letal quanto a de meu companheiro de clã.

Com minhas mãos, começo a manipular a pele de meu abdomen, alterando alguns órgãos de forma interna, mexendo nas costelas e acomodando-as de forma a tornarem-se uma proteção extra à minha forma bestial. Assim que termino, começo a arrancar minha pele branca, dando lugar a uma pele em tom azulado, como uma armadura, que dificulta a penetração de qualquer objeto. Minhas roupas são descartadas, deixo apenas algumas partes estratégicas. Minhas unhas crescem, dando-me garras poderosas, forte e afiadas. Por último, meus cabelos loiros dão lugar à estrutura de pele que ostenta na ponta pequenas lâminas, quase imperceptíveis, mas fatais como presas de serpentes.

Assim que termino minha transformação, que torna minha voz um pouco mais grossa em comparação à suavidade da outra forma, falo para minhas companheiras de ação.

- O saco de sangue aí (gaspar), Lou, se me permite, quero para mim... para minha diversão posterior - e aponto para o humano que havia ficado junto embaixo da mesa instantes antes. Tinha planos para ele...

Enquanto falo, sorrio para alguns policiais que haviam acompanhado minha transformação e com minhas garras, finco o braço esquerdo em um dos policiais, abrindo caminho com as estruturas que tomaram o lugar das minhas unhas e que serviam para dilacerar carnes. Busco seu coração, pronta para arrancá-lo de uma vez e sentir sua última batida...



OFF:

Lou, desculpe o post anterior... Jurava que você estava falando com a Lumina... i.i

Imagens da transformação da Eileen em Bestial

Começando pelo abdomen


Ficando mais ou menos assim... talvez não tão cute quanto na foto... XD


_________________
avatar
Eileen Rostova

Feminino Capricórnio Número de Mensagens : 117
Data de nascimento : 01/01/1714
Data de inscrição : 26/12/2012
Idade : 303
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Sugar vidas
Humor : Feliz/sarcástico

RPG
Geração: Ancillae Ancillae
Clã: Tzimisce Tzimisce

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Lou Loveless em Sab Abr 26, 2014 1:33 pm

Há tempos que um poder digno de sua própria magnitude não o fazia desejar e ansiar junto à sua Besta por um grande embate. Em sua mente, inúmeras vezes uma pena começa a tocá-lo e revirar-se ao seu redor, sentindo que tal confronto não haveria de chegar. O Sabá tem seus méritos e seus respeitos, principalmente entre os Membros mais antigos, que buscam evitar as frequentes trivialidades que barram o crescimento da Seita. E como um digno comandante, Loveless aceita essa responsabilidade de bom grado.

Com seu olhar friamente analítico, começa a determinar os fatos de relevância em sua mente. De forma irônica, o humano caindo em seus braços foi pego por ele sem hesitação. O saco de sangue provavelmente estava no lugar certo e na hora certa, mas até então, nem Loveless, ou qualquer outro até então, com exceção única da sua companheira de seita, sabiam disso. Seus mais profundos instintos já começam a guia-lo para ver o presente como algo com deveras significância. Prestando atenção nos humanos, nos blocos caindo sobre si, sem nem arranhá-lo, evadindo-se ainda dos maiores e que, talvez, pudessem escoriá-lo, Lou encontra um destino cômico, rodeado por policiais. Remmy fugira, o empregado dos Giovanni, rá!, com o rabinho entre as pernas, e se gabando – talvez esse tenha algum sucesso no mundo corporativo entre os malas sem alça comedores de cadáveres que são os Giovanni. Nesse caso, o Tzimisce teria que ter fala mansa com o animalzinho para não desagradar os mais velhos entre aqueles mafiosos incestuosos... Vale lembrar que o que e pensa e o que se faz são coisas diferentes, e tanto são que desde os Ventrue Antitribu até os True Brujah sabem e aplicam isso. 

As escamas de seu rosto o tomam novamente por completo. E então ele ouve a voz da ultima cainita que esperava que estivesse por ali. O anseio de descobrir a origem daquele poder ao fim se torna satisfação. Assim que ele vê também a transformação de sua companheira de Clã em criatura abominável, sujas juntas começam a se dobrar novamente, deixando-o como um verdadeiro quadrúpede alado, deixando o corpo do mortal cair contra o chão.
 
-Desculpem-me. – começa a dizer, Lou, para os policiais – Não posso parar o que não comecei. E, agora, minha fantasia está completamente retirada. – o corpo longo, repleto em escamas ônix, abre suas asas e as bate, um riso maligno ecoa enquanto Lou caminha como um caçador encurralando a presa, dando a volta entre os mortais, impedindo sua passagem. Balas? Se uma passar por suas escamas, será expelida por sua regeneração em três segundos – essa é a melhor hipótese deles. As cordas vocais de Lou se alteram por completo novamente, tornando sua fala maléfica e trovejante. – O primeiro festim de sangue do Sabá em Vancouver... Terá início com a carne e sangue desse sacrifício humano. – mais uma vez, uma risada assustadora toma conta do lugar – Fique com o humano, irmãzinha... Agora, porém, vamos comer. Que tal? – acompanhando a investida da vampira contra o policial, Lou ataca o primeiro homem em minha frente em um golpe frontal, buscando abocanhar sua jugular, arrancando seu pescoço com os dentes em meio a colossal força de um ancião.

_________________


Aparência: 10 (presença divina), Voz Encantadora (-2 em testes usando a voz)
avatar
Lou Loveless
Tzimisce

Masculino Leão Número de Mensagens : 25
Data de nascimento : 19/08/1528
Data de inscrição : 10/03/2014
Idade : 489
Localização : Caminhando.
Emprego/lazer : Minha própria diversão.
Humor : Sorridente.

RPG
Geração: Ancião Ancião
Clã: Tzimisce Tzimisce

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Starbucks Coffee

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum