Hell's Kitchen Club

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Hell's Kitchen Club

Mensagem por Michael Zerstören em Dom Jan 26, 2014 9:59 pm

Não poder amar ou sequer confiar. Estar privado de sua felicidade em todo momento, a todo instante. Uma vida mísera e enjoativa, tediosa e cheia de pecados que pesam em suas costas pela infinidade do mundo partido em pedaços cinza. Com os olhos de um morto ele subiu em sua moto com a mulher na garupa. Deu partida e seguiu em frente. O medo de tudo ao seu redor já havia diminuído, mas a sensação de que aquela mulher iria lhe apunhalar a qualquer instante em momento algum partiu. E por isso o Arqueiro soava frio enquanto dirigia até seu celular tocar. Era Jack.

-Achei um suspeito... – Michael ouvia após encostar sua moto – Paro ele?

-Não... Onde está? – questionou, e ouviu. Não estava muito longe, e ele poderia facilmente alcançar. Michael se põe no caminho até encontrar o baixinho nojento com uma das armas. Ele desce da moto juntamente da mulher e avança para contra o idiota. Seus olhos agora expunham uma sede mortal, o céu cinza de sua mente tornava-se vermelho e seus instintos assassinos urravam dentro de seu ser.

O homem deixa a arma ir ao chão, mas Michael não muda o foco de sua visão. O careca leva a mão até o que parece ser uma faca, o arqueiro se mantém imóvel, enquanto vê que a mulher busca a arma, e quando a toma em punhos, dispara. E dispara ridiculamente. O nojo de Michael o consome por um tiro tão desnecessariamente preciso.

-Ele poderia... Ter dado informações... Mulher. – Zerstören leva sua mão até o rosto, indicando uma vergonha alheia que crescia dentro de sua pessoa. Jack o via da pick-up estacionada próximo ao local. – Vá pra casa, mulher. Cansei de você. Tenho que passar um recado para esses porcos. – ele então vai até a pick-up e busca uma corda, em seguida mantem sua caminhada e se aproxima do cadáver e o arrasta até próximo a um poste de luz, por onde jogou a corda por cima e amarrou ao pé do pequeno cadáver. Agora exposto para quem quisesse ver, Michael termina amarrando o resto da corda no próprio poste e se dirige até a moto. - Se você for esperta irá descobrir que somos em breve. Até lá, mantenha-se longe.

Zerstören volta a estrada agora rumando sua casa. Aquela noite irritante seria esquecida com seus pesadelos rotineiros. Sem poder fugir de sua realidade amedrontadora, continua com seu plano em seu primeiro e mais ridículo trabalho desde que iniciou sua carreira: estender o cadáver de um idiota como uma bandeira vermelha. Uma declaração de guerra a cada imbecil impertinente da cidade. Além disso... O pouco de informação que pôde captar já lhe foi deveras interessante.

_________________


Meus alvos não são circulares, meus alvos não são coloridos, meus alvos vestem roupas, geralmente de preto e branco, também sabem colocar gravatas. Meus alvos são móveis, mas de vez enquanto ficam parados, e é nesses momentos que a flecha voa, tingindo as vestes de meus alvos de vermelho sangue...

Vamos, dê as cartas...
avatar
Michael Zerstören
Humano

Masculino Peixes Dragão
Número de Mensagens : 22
Data de nascimento : 19/02/1988
Data de inscrição : 24/09/2012
Idade : 29
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Mercenário/Jogos de Azar
Humor : Caçando emoções...

RPG
Geração: Humano Humano
Clã: Humanos Humanos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hell's Kitchen Club

Mensagem por Thomaz Clinn em Qua Ago 20, 2014 11:16 am

A  proposta daquela noite  já estava em mesa  feita pela mulher de cabelos tão loiros quanto ouro , e com um beijo macio que deixara  em meu rosto pensei  que a noite merecia  ser um pouco mais agitada e como seria eu quem decidiria aonde iriamos nada melhor do que o lugar mais badalado da cidade  Hell´s Kitchen Club . Após tomarmos o taxi e adentrando ao  local tão aguardado  caminhando dentre todos aqueles loucos ensandecidos , bêbados e prostitutas  achando finalmente  um  lugar no qual podia-se  conversar ao lado de uma das mesas de madeira fixadas ao chão  e apreciando  o interior do estabelecimento no qual não era repleto de tanta beleza , faço  um sinal pedindo duas cervejas a uma das garçonetes ali próximas.
- Alyssa  , seus olhos fazem-me  perder um pouco da concentração enquanto conversamos , isso talvez  seja  um dom natural a qual você possua e faz-me crer cada vez mais  possamos ser bons amigos , ou mais que isso , pois não quero deslumbrar de uma beleza como eles somente esta noite  ... Digo com um sorriso mais alegre e descontraído enquanto a garçonete que me parecia bem agradável servia nossas bebidas.
-  Desculpe se tiro sua concentração Thomaz ...  Diz com olhos convidativos  segurando minha mão ... Vamos aproveitar o momento, vamos aproveitar o que nos resta da noite e amanhã deixe acontecer... Enquanto servia se e pegava a cerveja. 
-  Quero propor um brinde a uma noite que na qual ja  proporciona-me  ate o momento surpresas agradaveis e belas como voce é  ,  e  que ela nao termine tao cedo    ... Digo um pouco mais alto por causa do som que o ambiente fazia e  levantando o braço com o qual segurava  a cerveja e em seguida dando um belo gole .
 
Eu tinha a sensação que os  minutos passavam-se mais rapido  que o habitual ,  talvez por causa do alcool que   havia consumido rapidamente  nao sabia ao certo   ... Mas ali surgia o momento no qual eu  esperei  por uma boa parte da noite  o momento que poderia conhece-la melhor   e   esperando-a  beber um pouco da sua cerveja  , seguro-a  pela mao e seguindo em direçao a um pequeno espaço mais ao meio  do bar permitindo-nos  dançar . Enquanto olhava ao redor admirando o ambiente e vendo as pessoas que ali dançavam junto a nós a um som estrondosamente alto mas normal para este tipo de lugar , aproximo-me mais de Alyssa levando uma das mãos a sua cintura e aproximando meu rosto de seu ouvido ... 
- Seu namorado  não ficaria perguntando-se  por onde anda  uma mulher  tão bela como você a esta hora da noite  ,  mas acho que  isso realmente não importa não é ?
Mas já  tendo em mente a resposta que viria a seguir , aquele jogo de xadrez no qual havia começado horas atrás já deixava-me um pouco impaciente  e cauteloso ao mesmo tempo , e logo em seguida puxando-a para mais próxima de meu corpo por conta das pessoas a nossa volta e sentindo novamente aquele aroma no qual ela transmitia...
avatar
Thomaz Clinn
Humano

Masculino Libra Cavalo
Número de Mensagens : 39
Data de nascimento : 24/09/1990
Data de inscrição : 28/06/2014
Idade : 27
Localização : vancouver
Emprego/lazer : Piloto de teste / Arrumar confusao
Humor : sarcastico/ Engraçado

RPG
Geração: Humano Humano
Clã: Humanos Humanos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hell's Kitchen Club

Mensagem por Alyssa Blane em Qui Ago 21, 2014 10:17 am


Sim, minha noite estava ótima e na melhor companhia o rapaz supreendia-me, seu jeito calmo e conquistador. Ele me puxou para fora da livraria, já que não tinha mais nada interessante à se fazer lá, deixei que ele escolhesse o novo lugar, Hell's Kitchen Club ele disse ao motorista, eu baixei os olhos. Gostava do lugar, mas sua fama, bem digamos não ser das melhores. O Hellsera fantastico, mas ar pesado que tudo esta fora do lugar era eminente o que precisasse do mundo obscuro ali era o lugar de contratar.

Relevei sua escolha, mas sentia incomodada com os olhares das pessoas ao redor, não tinha paz. Sabia que a qualquer momento alguma coisa ruim parecia acontecer. Mas deixei o momento me levar, mesmo incomodada, ele era tão fofo, que dava vontade de levar para casa. Mas não. Entrei em um jogo onde se jogasse errado as consequencias seriam as piores: Sentada no meu sofá de pijamas e pantufas comendo de um pote enorme de sorvete de morango com muitas barras de chocolate em volta, um filme triste e litros de lágrimas. Como não queria errar nesse jogo....

-  Desculpe se tiro sua concentração Thomaz ... - Disse com olhos convidativos  segurando sua mão - Vamos aproveitar o momento, vamos aproveitar o que nos resta da noite e amanhã deixe acontecer... - Nada poderia ir tão rápido, temos que curtir o movomento, por isso servia da cerveja que ele havia pedido para nós.

-  Quero propor um brinde a uma noite que na qual já  proporciona-me  até o momento surpresas agradáveis e belas como voce é,  e  que ela nao termine tao cedo  [/b] - ele disse um pouco mais alto, olhei para a garrafa que ele havia levantado, levantei a minha fazendo com que as garrafas se tocassem.

- À Nossa noite! - Gostava do gosto do malte e da cevada, mistura perfeita que pode fazer muitas pessoas não se responsabilizarem pelos seus atos. Mas eu, bem sei até onde posso ir e até onde posso jogar. Deixei que o cavalheiro me guiasse, para um pequeno espaço onde nos deixava livre para poder dançar, o rock que tocava era calmo o suficiente para que eu jogasse meus braços em torno do seu pescoço, o acompanhando nos seus movimentos sua mão repousou em minha cintura e sua boca chegou perto do meu ouvido.

-Seu namorado  não ficaria perguntando-se  por onde anda  uma mulher  tão bela como você a esta hora da noite,  mas acho que  isso realmente não importa não é?

Olhei em seus olhos cor de jabuticaba, será que ele realmente queria uma resposta? Senti nossos corpos colarem ainda mais, meu coração disparar, "Desligaram o ar?" a temperatura havia subido. Mas ainda era cedo. - Não se preocupe com o que os outros.... Essa noite é nossa - Sussurrei em seu ouvido e afastei lentamente - Já venho.. - coloquei a mão em seu peito o afastando com um sorriso singelo e cumplice - Não suma eu já volto! - parei nesse instante face à face com ele e quando percebi que seria segura pelos seus braços afastei rápido.

Fui em direção ao banheiro entrando lá rapidamente, precisava tomar um ar encarei o espelho por um segundo e afirmei com um sorriso malicioso para mim, retoquei o batom, o lápis estava pronta para voltar. Ao voltar fui surpreendida por um homem - Desculpe, mas não trabalho aqui. - olhei para sua mão que segurou meu braço com força - Você está me machucando me solta... - Olhei no fundo dos seus olhos com fúria, segurei o seu indicador e o fiz ajoelhar, sentia que um movimento que fizesse quebraria seu dedo e o homem que antes era uma fera agora gritava feito uma criancinha e como deveria ser no Hell ninguem se importou...

Avistei Thomaz na mesa onde estavamos e pude notar a garota que puxava papo com ele - Desculpe meu bem, mas essa noite ele é meu! - o puxei pela mão o tirando dali - Vamos tenho um ontro lugar... - tenho certeza de que ele pensou que fosse um lugar mais sossegado e intimo, mas ainda era muito cedo para isso, não o conhecia - VAmos para o Roxy, a noite ainda nem começou... - Mas eu sabia de uma coisa...

Entramos no táxi, disse à onde iamos olhei para Thomaz e sussurrei em seu ouvido - Apenas começando... - e repousei um beijo em sua orelha - Aprenda a aproveitar cada minuto... - deixava meu braço em seu peito e minha face colada na sua, sabia que a distancia não era muita, mas o sufiente..



_________________
Altura: 1.78//Idade Aparente: 23//Aparência: 3//Fama: 1 - Jornalista
avatar
Alyssa Blane
Humano

Feminino Touro Gato
Número de Mensagens : 44
Data de nascimento : 27/04/1987
Data de inscrição : 04/04/2014
Idade : 30
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Cantora
Humor : - hummm- Misterio

RPG
Geração: Humano Humano
Clã: Humanos Humanos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hell's Kitchen Club

Mensagem por San Smith em Seg Set 15, 2014 8:40 am

A minha procura por soldados estava ficando algo mais complicado do que parecia. Apesar de Logan já estar sendo treinada para ser uma mulher que possa matar tão rápido quanto consegue encantar era. E isso é algo que tem de ser feito o mais rápido possível, afinal de contas nunca se sabe quando teremos que agir.


Enquanto isso no mundo humano, eu precisava terminar algumas coisas. Uma dessas era conseguir a cabeça do cão de guarda da Shaw e colocar isso de forma tal que pudesse mostrar para Vancouver que o seu Príncipe na verdade é um bunda mole sem moral nenhuma.


E eu ia começar a ferrar aquele merda era agora.


Para Logan eu simplesmente falei que iríamos testar suas habilidades em um outro lugar, na verdade eu estava indo atrás do Cão de Guarda da Shaw. Dar uns tapas na cara daquele retardado, mostrar para Logan o que é matar alguém e se desse certo ainda faria a mulher tomar o sangue daquele infeliz e saber que o sangue de um Vampiro é algo que nada pode pagar.


Dentro do carro eu tentei passar algumas informações. Quando chegássemos lá ela nem saberia o que teria iniciado. Mas agora minha decisão estava tomada, e Vancouver precisa só de um lado do Brujah. Se Shaw conseguisse montar o exército Brujah dele seria uma batalha insana demais para uma cidade como aquela. E certamente teria o mesmo resultado que a antiga civilização da Pompéia.
 
– Veja bem, Logan. É de suma importância que não tenha medo de bater. Você já é uma mocinha e sabe que pode fazer isso como ninguém. Há um mês vem treinando e isso deve ajudar em alguma coisa. Use sua melhor força. Faça com quem quer que seja curve-se a seus pés enquanto isso, eu mato.
 
O sorriso insano em meu rosto é algo que mostra para a mulher o que ela enfrentaria, isso é algo que para um humano talvez dê medo. Para alguém que quer simplesmente força e prazer não.


Chegamos até a esquina do ambiente. Era questão de tempo agora...


-------------------------
A noite mal tinha começado e San Smith já tinha lançado oito idiotas para fora do bar. Além do trabalho com a Shaw, pelo qual é conhecido, ele comanda o amaldiçoado Hell’s Kitchen. O lugar onde todo brujah que já comandou morreu. Traian, segundo a lenda um True Brujah, trancou o antigo dono para fora e matou o rapaz queimado pelo sol acelerando o tempo. Algo que na cabeça de San jamais aconteceria com ele, pois essas maricas de antigamente não superam um bom cruzado de direita na cara pálida e gay deles. Já o Traian morreu ou fugiu. A questão da morte é algo interessante pois talvez o outro antigo dono, um otário que se auto intitulava O Maioral, foi arrebentado por alguns cães do Sabá e acabou com o rabo entre as pernas. Maioral de cu é rola e foi isso que ele levou. Otário, mal devia saber dar uns tapas.
Sobrou pra Smith chegar e tomar conta da bagaça.

O bar parecia na verdade um puteiro de quinta, onde o “pograma” é vintão. A bebida forte e cara atiça os mais loucos e as mulheres se vestem como piranhas mesmo. O que temos aqui é um bar para homens, senhores. Não para moleques e acredite, mexer com moleques era algo que San não gostava nem um pouco.

Saindo para levar mais um para o outro lado da rua fingindo que era um super herói, o Brujah de Shaw vê ao longe um casal de loiras. Apesar de ser um vampiro, ele é homem e ver gostosas é sempre interessante. O que ele não esperava era que as duas estavam vindo exatamente para o bar que ele dominava com tanto vigor.

Vendo que as mulheres continuavam a se aproximar, o gigante estufa o peito, encosta na parede e fala de longe para as mulheres:

– As piranhas entram pela porta da frente se quiserem me chupar. Entram pelo fundo se quiserem trabalhar. E não entram se tiverem o mínimo de respeito.
 
--------------------------------

Enquanto caminhava com Logan o retardado lança algumas palavras. Mal sabia ele que poderiam ser suas últimas, detesto esse povo. E ele estava começando a me irritar com aquele jeito idiota de ser. Homem bom é de homem armado, se é que me entende, ou então homem morto.
 
– Logan. Esse é o cara. Faz sua arte.






-----------
Post em conjunto.
Logan pode ou não postar. Pode ou não agir. Entre em contato para informações.

_________________

Aptidão com computadores (2);Tolerância a dor (2);Brigão (1);Corpo Grande (4);Antecedente Criminal (2);Inimigo de um clã (4  - Assamita);Caçado (4 – Latrell);Incontrolável (5);Impaciente (1)
avatar
San Smith
Brujah

Masculino Câncer Número de Mensagens : 4
Data de nascimento : 28/06/1643
Data de inscrição : 24/06/2012
Idade : 374
Localização : Vancouver
Emprego/lazer : Marombar
Humor : No Pain, No Gain!

RPG
Geração: Ancião Ancião
Clã: Brujah Brujah

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hell's Kitchen Club

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum